O primeiro-ministro da Geórgia, Grigol Mgaloblishvili, anunciou nesta sexta-feira sua demissão por motivos de saúde, em mensagem difundida na televisão.

"Segundo os médicos, necessito de dois meses de tratamento intensivo... A Geórgia não pode se dar ao luxo de ter um primeiro-ministro ausente por doença durante três meses", afirmou Mgaloblishvili, que já precisou se ausentar do governo para ser tratado por problemas renais.

im-mm/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.