Renuncia presidente da Polinésia Francesa

O presidente da Polinésia Francesa, Gaston Tong Sang, anunciou sua renúncia, neste sábado, no Taiti, menos de um ano depois de sua chegada ao poder, nesse arquipélago francês no sul do Oceano Pacífico, em instabilidade política quase crônica.

AFP |

Durante um Conselho de Ministros excepcional, Gaston Tong Sang anunciou "sua renúncia imediata", enquanto que seu governo continuará em funções "para assegurar os assuntos correntes", afirmou.

Tong Sang estava ameaçado por uma moção de censura apresentada por uma aliança entre os separatistas de Oscar Temaru, os autonomistas de Gaston Flosse e os três representantes de um grupo ex-aliado do presidente, Rautahi.

Ao renunciar, ele evitaria a moção de censura, informou a imprensa polinésia, que destaca a situação inédita, já que se cria um vazio jurídico no território.

Em nota divulgada após sua renúncia e antes de sua partida para Bora Bora, Gaston Tong Sang acusou representantes de sua aliança, a To Tatou Ai'a, de terem "traído" os eleitores.

em/tt

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG