Renuncia policial responsável por reduzir violência em Nova York e Los Angeles

William Bratton, o maior responsável pela queda da criminalidade em Nova York nos anos 90 e chefe da polícia de Los Angeles (LAPD) desde 2002, vai entregar o cargo em outubro para trabalhar em uma firma privada.

AFP |

Bratton, 61 anos, o único a ter dirigido os serviços de polícia das duas maiores cidades dos Estados Unidos, apresentou nesta quarta-feira sua renúncia ao prefeito de Los Angeles, Antonio Villaraigosa, e entregará o cargo no dia 31 de outubro.

Nos sete anos que passou no comando da LAPD, a criminalidade recuou 38% e o número de homicídios caiu 54%, segundo a polícia.

"Conseguimos transformar esta cidade em uma das mais seguras dos Estados Unidos", lembrou Bratton em comunicado.

Em uma cidade onde as tensões raciais sempre foram muito acirradas, Bratton disse que os moradores de Los Angeles "superaram uma etapa" e que a metrópole "se orgulha agora de sua diversidade racial".

"Acredito que a LAPD desempenhou um papel significativo nesta mudança", acrescentou.

William Bratton já contribuíra para a queda da criminalidade em Nova York nos anos 90, trabalhando junto com o prefeito da época, Rudolph Giuliani.

Em novembro, ele entrará na empresa de segurança privada internacional Altegrity.

rr/yw/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG