Renault processa Nelsinho Piquet e seu pai

A equipe de Fórmula 1 Renault anunciou nesta sexta-feira que deu entrada em um processo judicial contra o piloto brasileiro Nelsinho Piquet e seu pai, o tricampeão mundial Nelson Piquet. Em um comunicado, a escuderia francesa diz que os dois fizeram comentários falsos e tentaram chantagear a equipe para permitir que Piquet Jr.

BBC Brasil |

continuasse como piloto pelo resto da temporada de 2009".

Nelsinho Piquet foi demitido depois do GP da Hungria, em julho, por não ter marcado pontos para a Renault neste ano, e logo depois começou a fazer críticas públicas à equipe e a seu diretor, Flavio Briatore.

Piquet também disse que a escuderia pediu para que ele batesse seu carro deliberadamente no GP de Cingapura, no ano passado, para favorecer o principal piloto da equipe, o espanhol Fernando Alonso.

'Surpreso'
Na quinta-feira, Alonso se disse "muito surpreso" com as declarações do ex-colega.

"Não consigo imaginar uma situação como esta. É algo que nunca passou pela minha cabeça", afirmou.

A Federação Internacional de Automobilismo (FIA) convocou a Renault para uma audiência diante de seu conselho no próximo dia 21 de setembro para se explicar sobre o assunto.

Caso seja considerada culpada, a escuderia pode sofrer sanções severas, inclusive a expulsão do campeonato de 2010.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG