Remédio contra diabetes ajuda a combater câncer de mama em ratos

Por Julie Steenhuysen CHICAGO (Reuters) - Fortalecer a quimioterapia com metformina, uma droga comum contra diabetes, ajudou a reduzir tumores de mama mais rapidamente em ratos e a mantê-los saudáveis por mais tempo, aumentando a esperança por uma forma mais efetiva de tratamento de câncer, divulgaram pesquisadores norte-americanos nesta segunda-feira.

Reuters |

Eles disseram que a metformina parece ter alvejado células-tronco do câncer de mama --um tipo de célula-mãe que resiste ao tratamento convencional e pode ser a fonte de vários tumores que recuperam terreno após o tratamento.

"O que é empolgante aqui é que agora nós temos um tipo diferente de remédio contra o câncer que pode ter sinergia com a quimioterapia", disse Kevin Struhl, da Escola Médica de Harvard, e cujo estudo aparece na revista Cancer Research.

Muitas equipes têm procurado formas de destruir as células-mãe com a esperança de tornar mais fácil a cura do câncer.

No mês passado, uma equipe do Broad Institute of Harvard e do Massachussets Institute of Technology divulgou que uma substância chamada salinomicina pode matar células-tronco do câncer de mama.

O que é diferente em seu estudo, diz Struhl, é que a metformina é amplamente usada como medicamento, e tem um longo e seguro histórico entre os registros médicos.

"Há dezenas de milhões de pessoas que tomam esse medicamento", disse. "Ainda que nossos estudos estejam limitados a camundongos e células, a metformina tem um histórico de efeitos anticâncer", acrescentou.

A metformina já mostrou ser capaz de reduzir o risco de alguns tumores, incluindo o câncer de pâncreas e de mama, em estudos amplos de pessoas com diabetes.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG