Religiosalidade popular chega à Costa Rica nas fotos do brasileiro José Bassit

A religiosidade popular que impregna o Brasil chegou à Costa Rica através da exposição de 37 fotografias Imagens fiéis, do fotógrafo brasileiro José Bassit, que realizou um emocionado retrato da alma brasileira.

AFP |

Bassit trabalhou durante cinco anos em sete estados brasileiros, de acordo com a mostra, inaugurada ontem à noite pelo embaixador do Brasil na Costa Rica, Tadeu Valadares, no Museu del Niño de San José.

Missas que reúnem centenas de milhares de pessoas, romarias, peregrinações, vendedores ambulantes, imagens de santos nos lugares mais inverossímiles - Bassit documenta os sentimentos da gente humilde com os rostos marcados pelo sol e a pobreza.

O catolicismo do Brasil está fortemente influenciado por outras religiões, principalmente africanas, uma vez que é o segundo país negro do mundo, depois da Nigéria, com 95 milhões de afro-descendentes, recorda a curadora da mostra, Dirce Carrión.

As fotos já foram expostas na Alemanha, na França, no Reino Unido e em Moçambique.

af/aic/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG