Relator da ONU se reúne com presidente do Supremo birmanês

Bangcoc, 18 fev (EFE).- O relator especial da ONU para os direitos humanos em Mianmar (antiga Birmânia), Thomás Ojea Quintana, se reuniu hoje com o presidente da Corte Suprema birmanesa, U Aung Toe, depois de falar em dias anteriores com presos políticos e representantes das minorias étnicas.

EFE |

A reunião ocorreu em Naypyidaw, a nova capital do país, e durou uma hora. Depois, Ojea deixou a cidade.

O relator especial trabalha para conseguir que o Governo liberte progressivamente os presos políticos, e para que as Forças Armadas e as leis birmanesas amparem os direitos humanos e a independência do Poder Judiciário antes das eleições parlamentares previstas para 2010.

A Associação de Ajuda aos Presos Políticos de Mianmar tem contabilizados 2.137 presos políticos no país, entre eles a Nobel da Paz e chefe da oposição democrática, Aung San Suu Kyi, de 62 anos, sob prisão domiciliar desde 2003. EFE grc/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG