Relator da ONU compara batidas contra imigrantes nos EUA com Alemanha nazista

México, 19 mai (EFE).- O relator especial da ONU para os Direitos Humanos dos Migrantes, Jorge Bustamante, comparou hoje as batidas contra imigrantes ilegais nos Estados Unidos às que aconteciam na Alemanha nazista para a capturar dos judeus.

EFE |

Em uma conferência na Cidade do México, Bustamante disse que "as histórias de horror" que ouviu da boca de vários detidos fazem com que a comparação não seja exagerada e lembram as "imagens projetadas pelo cinema americano das batidas que eram realizadas na Alemanha nazista".

"Não quero sugerir uma comparação entre o que aconteceu aos judeus e o que acontece aos imigrantes, mas, sim, quero fazer uma comparação das batidas como uma prática policial, mantida e sustentada pelo Governo dos Estados Unidos" desde 1996 e que freqüentemente incorre em violações dos Direitos Humanos, como a separação de famílias, declarou o diplomata.

Em 2007, cerca de 250.000 mexicanos que estavam nos EUA em situação irregular foram deportados, afirmou Bustamante.

O relator também se disse preocupado com o fato de as operações contra imigrantes terem "bastante aceitação" dentro da sociedade americana, que, muitas vezes, "não aceita a bilateralidade" do fenômeno migratório. EFE mps/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG