Relações com Rússia devem ser baseadas na igualdade, diz Obama

Moscou - O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, assegurou que quer construir uma relação com a Rússia baseada na igualdade, em entrevista divulgada hoje pelo emissora da TV russa Rossia.

EFE |

"O mais importante é mostrar aos governantes e ao povo russo que os Estados Unidos respeitam a Rússia, que queremos construir uma relação baseada na igualdade", disse Obama, que na próxima segunda-feira inicia sua primeira visita oficial a Moscou.

O chefe da Casa Branca destacou que EUA e Rússia são potências nucleares e que isso "cria uma responsabilidade especial, que não tem comparação com a de muitos outros países no mundo todo".

"Devemos exercer esta responsabilidade de tal modo que ajude no fortalecimento da paz", recalcou.

Obama, que vai se encontrar com seu colega russo, Dmitri Médvedev, e também com o primeiro-ministro Vladimir Putin, expressou sua confiança em que essas reuniões lhe permitirão compreender melhor as posições dos dirigentes russos.

"Espero que eles cheguem à conclusão de que podem trabalhar de maneira eficaz comigo", acrescentou.

O presidente americano indicou que nos últimos anos "houve um período no qual as relações entre os dois países deixaram muito a desejar".

"A Rússia é um grande país, com uma cultura extraordinária, com tradições. É um dos países mais poderosos do mundo. Vejo a Rússia com um enorme potencial para respaldar a estabilidade e o florescimento da comunidade internacional", disse.

Leia mais sobre: EUA - Rússia

    Leia tudo sobre: euarussia x euarússia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG