Reis da Suécia chegam a Brasília para fortalecer cooperação industrial

Brasília, 23 mar (EFE).- Os reis da Suécia, Carlos Gustavo e Silvia, chegaram hoje a Brasília em uma visita que tem como objetivo reforçar a cooperação na área industrial, com ênfase na tecnologia e na inovação.

EFE |

Esta noite eles devem participar de um jantar com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

O casal deveria ter assistido hoje a inauguração de uma exposição de fotografias do artista sueco Ake Borglund sobre a construção de Brasília, que completa 50 anos no dia 21 de abril, mas o ato foi cancelado na última hora.

Os reis da Suécia devem se encontrar novamente com Lula amanhã para uma reunião de trabalho seguida de um almoço no Itamaraty.

Segundo fontes diplomáticas, o principal objetivo da visita é "aprofundar a cooperação estratégica" entre os dois países, sobretudo na área industrial, de alta tecnologia e inovação.

A visita ocorre em um momento em que o Governo se prepara para decidir sobre uma licitação que a Força Aérea nacional convocou para a aquisição de 36 aviões de combate.

A licitação é puxada pelos caças Gripen NG, fabricados pela sueca Saab, que concorrem com os Super Hornet F/A-18 da empresa americana Boeing e os Rafale da francesa Dassault, favoritos para o negócio que pode chegar a cerca de US$ 8 bilhões.

Durante sua estadia em Brasília, os reis também farão várias visitas protocolares ao Congresso Nacional e ao Supremo Tribunal Federal. Além disso, devem conversar com representantes de alguns povos indígenas da Amazônia.

Na quinta-feira, Carlos Gustavo e Silvia viajarão primeiro a São Paulo, onde devem visitar a sede da Federação de Indústrias do estado, acompanhados de uma numerosa delegação de empresários suecos.

A rainha Silvia, por sua vez, participará de um seminário sobre exploração sexual de crianças e adolescentes, e se reunirá com membros de uma ONG que trabalha na área.

À noite eles serão recebidos pelo governador de São Paulo, José Serra e, na sexta-feira, irão para São José dos Campos, um dos principais pólos industriais do país.

Em São José, os reis conhecerão as instalações da siderúrgica Vale, o Instituto de Pesquisas Espaciais e a sede da empresa Embraer, quarto fabricante mundial de aviões, onde concluirão suas atividades oficiais no Brasil. EFE ed/pb/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG