Reis da Espanha inauguram maior telescópio infravermelho do mundo

O Grande Telescópio das Canárias (GTC), maior telescópio ótico-infravermelho do mundo, foi inaugurado oficialmente nesta sexta-feira na ilha de La Palma, no arquipélago das Canárias, pelos reis da Espanha e por representantes do México, país sócio do GTC.

AFP |

O telescópio ultramoderno, situado no observatório de Roque de los Muchachos, a 2.400 metros de altura, possui um espejo circular de 10,4 metros de diâmetro que permitirá a observação de galáxias longínquas ou a busca por planetas desconhecidos no universo.

Esta é "a maior máquina do tempo do planeta", com uma "capacidade de visão insólita, equivalente a quatro milhões de pupilas humanas", segundo o promotor do projeto, o Instituto de Astrofísica das Canárias (IAC).

O GTC é "uma clara demostração da capacidade científica e tecnológica de nosso país e estimula nossos crescentes esforços no I+D+I", afirmou o rei Juan Carlos I.

Além disso, o telescópio é "a maior infra-estrutura científica jamais construída na Espanha", que atualmente é "a nona nação científica do mundo e a oitava em astronomia", comemorou a ministra de Ciência e Inovação, Cristina Garmendia.

Também participaram da cerimônia de inauguração o reitor da Universidade Autônoma do México (UNAM), José Narro, e o diretor do Instituto de Astronomia da UNAM, José Franco.

México e Estados Unidos são parceiros da Espanha na construção e no funcionamento do GTC, que custou 104 milhões de euros - 90% deles investidos pela Espanha, ajudada por fundos europeus.

gg-esb/ap

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG