Londres, 24 jun (EFE).- Um simpatizante nazista que mantinha bombas de pregos em seu quarto, além de artigos sobre como preparar ataques terroristas e objetos de temática nazista, foi declarado hoje culpado de crimes de terrorismo.

Martyn Gilleard, detido em novembro do ano passado em Dundee (Escócia) e natural de Goole (norte da Inglaterra), foi declarado culpado por um tribunal de Leeds.

No momento de sua detenção, Gilleard era membro de vários grupos de extrema direita, entre eles a Frente Nacional, o Partido do Povo Britânico e o Partido Nacionalista Branco.

Durante o julgamento, que durou seis dias, Gilleard admitiu ter uma coleção de objetos de temática nazista e admirar o nazismo pela forma como os seguidores de Adolf Hitler "construíram" a Alemanha, informaram fontes judiciais.

Também disse ter bombas montadas com pregos, mas que não tinha intenção de utilizá-las, e as preparou porque estava entediado.

Segundo fontes judiciais, nos interrogatórios policiais, Gilleard admitiu que queria impedir que no Reino Unido possam conviver diferentes raças. EFE vg/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.