Reino Unido reitera direito do Brasil de negar entrada de navio

Governo brasileiro não autorizou parada no Rio de Janeiro de embarcação britânica que estava a caminho das Malvinas

iG São Paulo |

O governo do Reino Unido reiterou nesta quinta-feira que respeita o direito do Brasil de negar a entrada de um navio britânico em um porto do Rio de Janeiro. "Respeitamos o direto do Brasil de tomar essa decisão. Temos uma relação próxima", afirmou uma porta-voz do Ministério de Relações Exteriores.

O navio HMS Clyde estava a caminho das Malvinas e iria faria uma parada de rotina em um porto do Rio. Segundo a imprensa britânica, foi a primeira vez que o Brasil rejeitou que um navio britânico atracasse em tais condições.

A decisão de não permitir a entrada do HMS Clyde foi tomada apesar da assinatura, em setembro de 2010, de um tratado de cooperação de defesa entre os dois países.

Segundo o governo britânico, o incidente não afeta as relações bilaterais ou o tratado, considerado "um bom exemplo dos fortes vínculos" entre os dois países.

A Argentina, país que disputa a soberania das Malvinas com o Reino Unido, agradeceu o gesto brasileiro. "Essa medida mostra nossa relação próxima e faz parte de uma aliança estratégia e de irmandade, demonstrada não apenas através do comércio, mas, também, no reconhecimento da soberania argentina sobre as ilhas", declarou o chanceler argentino, Héctor Timerman.

Em setembro, o governo do Uruguai negou acesso ao porto de Montevidéu para abastecimento do navio HMS Gloucester, que se dirigia para patrulhar as Malvinas.

Em 2006, a Argentina solicitou aos países vizinhos que não facilitassem o uso de portos e aeroportos a navios ou aeronaves britânicas com destino ao disputado arquipélago do Atlântico sul.

A disputa sobre as ilhas, sob controle britânico desde 1833, já foi objeto de uma guerra em 1982, quando os argentinos foram derrotados após tentarem uma invasão.

Com AFP

    Leia tudo sobre: ilhas malvinasbrasilargentinagrã-bretanhareino unido

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG