Reino Unido pede desculpas por 'camisinha do papa'

Governo lamenta memorando da chancelaria britânica sugerindo que Bento 16 lance preservativo com seu nome quando visitar país

iG São Paulo |

AFP
Papa Bento 16: Vaticano rejeita casamento gay e uso de camisinha em quaisquer casos
O governo britânico pediu desculpas neste domingo ao papa Bento 16 por um memorando do Ministério de Relações Exteriores sugerindo que ele poderia lançar camisinhas com a marca Bento quando ele visitar o Reino Unido em setembro.

Chamado de "Na visita ideal veríamos...", o documento disse que o papa poderia ser convidado a abrir uma clínica de aborto ou abençoar um casamento gay durante a viagem. Detalhes do memorando surgimento após serem publicados pelo Sunday Telegraph.

Muitas das ideias do documento são "claramente impensadas, ingênuas e desrespeitosas", disse a chancelaria em uma declaração, sem especificar quais eram as sugestões.

O responsável pela redação do memorando "foi transferido para outras tarefas. Ele recebeu advertências oral e por escrito de que isso foi uma sério erro de julgamento", disse o Ministério do Exterior.

O Vaticano se opõe ao uso de camisinhas em quaisquer casos e ao casamento gay.

    Leia tudo sobre: Bento 16VaticanoIgreja Católicacamisinhasgays

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG