Reino Unido expressa preocupação com crise na Tailândia e pede solução

Londres, 26 nov (EFE).- O secretário de Estado britânico de Assuntos Exteriores, Bill Rammel, expressou hoje sua inquietação por causa da crise política na Tailândia, e pediu que as partes resolvam a disputa através de meios pacíficos e legais.

EFE |

"Estou muito preocupado com a piora dos distúrbios em Bangcoc durante as últimas 48 horas", afirmou Rammel, em comunicado oficial divulgado em Londres.

"Pedimos a todas as partes envolvidas nesta disputa que resolvam suas diferenças de maneira pacífica e legal, respeitando as instituições democráticas da Tailândia", acrescentou o responsável governamental.

O comunicado foi divulgado depois que a companhia aérea britânica British Airways (BA) cancelou seus vôos com destino à Tailândia, após a ocupação do aeroporto internacional de Bangcoc por simpatizantes da Aliança do Povo para a Democracia.

Por causa dos distúrbios, vários turistas britânicos que tinham que partir hoje de Bangcoc passaram pelos controles de imigração, mas não conseguiram pegar os aviões.

Um dos líderes da Aliança do Povo para a Democracia anunciou que continuarão sua mobilização e só entregarão o comando do aeroporto internacional após a renúncia do primeiro-ministro tailandês, Somchai Wongsawat. EFE pa/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG