Reino Unido enviará 600 soldados ao Kosovo a pedido da Otan

Londres, 29 abr (EFE).- Des Browne, ministro da Defesa do Reino Unido, anunciou nesta terça-feira o envio de 600 soldados ao Kosovo a pedido da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), para participar de missões de paz.

EFE |

Os militares, do segundo Batalhão de Fuzileiros da Irlanda do Norte, passarão todo o mês de junho no Kosovo, que declarou unilateralmente sua independência da Sérvia no dia 17 de fevereiro.

As tropas britânicas estarão sob comando da Aliança Atlântica e deverão atuar nos focos de violência entre albano-kosovares e a minoria sérvia, segundo Browne.

Reino Unido, Alemanha e Itália têm um compromisso com a Otan de reservar um batalhão para ser enviado aos Balcãs quando necessário.

De acordo com o calendário rotatório, a Grã-Bretanha é a responsável pelo envio do batalhão durante o primeiro semestre deste ano, que servirá de apoio à Força Multinacional de Paz em Kosovo (KFOR), comandada pela Otan, assinalou o ministro.

Em declaração escrita ao Parlamento, Browne explicou que os fuzileiros foram "instruídos especialmente para esta missão".

O envio de tropas "demonstrará o compromisso (do Reino Unido) com a segurança na região e dará à Otan mais flexibilidade para manter a paz e a estabilidade de todas as comunidades no Kosovo", acrescentou.

O ministro da Defesa lembrou que no segundo semestre o Reino Unido seguirá comprometido com sua assistência à Otan, mas manterá o batalhão de reserva em menor grau de alerta.

Desde a declaração de independência, a situação no Kosovo segue "tensa", com "episódios esporádicos de violência", disse o ministro.

EFE jm/plc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG