Reino Unido envia primeiro embaixador à Somália desde 1991

Anúncio é feito durante visita de William Hague a Mogadíscio, a primeira de um chanceler britânico desde 1992

Reuters |

Reuters
O chanceler britânico, William Hague, concede entrevista em Mogadíscio, na Somália
O Reino Unido apontou nesta quinta-feira o primeiro embaixador para a Somália em 21 anos, durante uma visita do ministro das Relações Exteriores, William Hague, à capital do país, situado no Chifre da África.

Foi a primeira visita a Mogadíscio de um ministro das Relações Exteriores britânico desde 1992.

Leia também: Missão de resgate na Somália fortalece nova tática de defesa dos EUA

A viagem de Hague antecede a conferência em Londres este mês para discutir medidas para enfrentar a instabilidade na Somália e a pirataria em alto-mar.

O novo enviado inglês à Somália, Matt Baugh, ficará sediado na capital queniana, Nairóbi, até as condições de segurança permitirem a abertura de uma embaixada em Mogadíscio.

A Somália entrou em um período de caos após o ditador Mohamed Siad Barre ser derrubado em 1991.

O governo de transição, apoiado pelo Ocidente, vem travando nos últimos cinco anos batalhas contra insurgentes do grupo al Shabaab, ligado à rede Al-Qaeda.

No momento, há seis missões diplomáticas em Mogadíscio, representando o Djibuti, Etiópia, Líbia, Sudão, Turquia e Iêmen.

O enviado especial da ONU para a Somália também se mudou para a capital somali, no mês passado.

    Leia tudo sobre: somáliareino unidohaguediplomacia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG