Reino Unido: Conservadores aumentam vantagem sobre trabalhistas nas pesquisas

Londres, 15 jun (EFE).- O Partido Conservador britânico de David Cameron ampliou sua vantagem sobre o Partido Trabalhista do primeiro-ministro do Reino Unido, Gordon Brown, segundo uma pesquisa de intenções de voto publicada hoje pelo jornal britânico The Sunday Times.

EFE |

A pesquisa, realizada pela firma YouGov, revela que, se as eleições fossem agora, 47% dos entrevistados votariam nos "tories", enquanto os trabalhistas mantêm um nível de apoio de 25%.

O Partido Liberal-Democrata, a terceira força política do Reino Unido, recebe um apoio de 18%, o mesmo que em maio passado.

A enquete foi feita entre 1.800 pessoas depois que o porta-voz conservador de assuntos internos, David Davis, renunciou a sua cadeira e anunciou que se apresentará à reeleição em protesto contra a intenção do Governo de ampliar para 42 dias o prazo de detenção sem acusações de suspeitos de terrorismo.

Se na pesquisa da YouGov a decisão do conhecido deputado conservador não diminuiu a popularidade dos conservadores, mas pelo contrário, outra enquete, realizada pela ComRes para o "The Independent on Sunday", revela um "efeito Davis" adverso.

Antes das 13h da quinta-feira, quando Davis anunciou sua renúncia e subseqüente candidatura, os conservadores recebiam um apoio de 48%. A preferência caiu para 41% após a notícia dos planos do parlamentar conservador, potencial ministro do Interior.

A YouGov entrevistou 1.759 pessoas pela internet entre 12 e 13 de junho, enquanto a ComRes falou com 1.012 adultos por telefone entre 11 e 12 de junho.

As eleições gerais no Reino Unido estão previstas no máximo em 2010. EFE ep/an

    Leia tudo sobre: reino unido

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG