Rei saudita anuncia expulsão de rebeldes iemenitas do país

Riad, 26 dez (EFE).- O rei da Arábia Saudita, Abdullah bin Abdul Aziz, disse em entrevista à edição de hoje do jornal kuwaitiano Al-Seyassah que as Forças Armadas do país expulsaram os rebeldes xiitas iemenitas do território saudita.

EFE |

Para expulsar os rebeldes iemenitas da região de Jabri, o Exército saudita recorreu a bombardeios aéreos e a disparos de artilharia pesada, afirmou à Agência Efe uma fonte militar.

O Governo saudita chegou a dar um ultimato de 48 horas para que os rebeldes cruzassem de volta a fronteira. O prazo expirou ontem, mas, de acordo com fontes do Exército, "os rebeldes preferiram dar continuidade à luta a se renderem".

Por sua vez, os rebeldes xiitas, conhecidos como "huties" devido ao sobrenome do seu líder, disseram ontem que foram intensamente bombardeados nos últimos dias.

Segundo eles, os ataques, 73 só na noite da quinta-feira, atingiram várias áreas da província de Saada, na fronteira com a Arábia Saudita e de população majoritariamente xiita.

A Arábia Saudita entrou no conflito entre os rebeldes xiitas com e o Exército iemenita no mês de novembro, quando o conflito se estendeu às suas fronteiras, pouco definidas na zona montanhosa da província de Saada.

No início da semana, um oficial saudita afirmou que o Exército nacional tinha recuperado até 75% do território ocupado pelos rebeldes. Ontem, outro militar disse que 73 soldados morreram e 26 desapareceram nos confrontos com os rebeldes. EFE ms/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG