BRUXELAS (Reuters) - O rei Albert da Bélgica rejeitou na quinta-feira o pedido de demissão do primeiro-ministro Yves Leterme e pediu a três políticos que busquem uma saída para o impasse político. Leterme pediu demissão na segunda-feira, após menos de quatro meses no cargo, mergulhando a Bélgica em uma nova crise e reacendendo as especulações de que esta federação criada há 177 anos poderia desmoronar.

O premiê recorreu ao rei por não ter conseguido um acordo entre flamengos e valões sobre como dar mais poderes às regiões.

O palácio real disse na quinta-feira que o monarca pediu a dois políticos valões (francófonos) e ao ministro-chefe da pequena comunidade germanófona belga que definam uma forma de iniciar as negociações.

Eles aceitaram a tarefa e devem se manifestar até o fim do mês.

(Por Philip Blenkinsop)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.