Rei da Jordânia pede que Bush pressione Israel a cessar bombardeios

Amã, 29 dez (EFE).- O rei Abdullah II da Jordânia pediu hoje ao presidente americano, George W.

EFE |

Bush, que pressione Israel para cessar os bombardeios contra a Faixa de Gaza, que já causaram pelo menos 320 mortes, segundo comunicado da Casa Real jordaniana.

Abdullah II fez este pedido durante uma conversa telefônica que manteve esta manhã com Bush.

Segundo a nota, o monarca insistiu na necessidade que se adotem "medidas efetivas" para "deter a agressão israelense e pôr fim ao sofrimento dos palestinos em Gaza".

Por outro lado, milhares de jordanianos se manifestaram hoje em diferentes pontos do país, pelo terceiro dia consecutivo, para condenar a operação israelense, iniciada no sábado contra a faixa palestina.

Uma dos protestos foi convocado pelos partidos opositores e pelos sindicatos de comércio diante da sede do Conselho de Ministros em Amã.

Os manifestantes pediram ao Governo jordaniano que suspenda o acordo de paz assinado Jordânia com Israel em 1994 e expulse o embaixador israelense. EFE ajm/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG