Rei da Espanha transmite solidariedade dos espanhóis ao Haiti

Madri, 14 jan (EFE).- O rei Juan Carlos I da Espanha transmitiu hoje ao Haiti o apoio da Espanha e a solidariedade dos espanhóis, enquanto expressou sua consternação pelos danos do devastador terremoto que assolou o país caribenho na terça-feira.

EFE |

O monarca espanhol disse que o país caribenho pode contar "com todo o apoio da Espanha e a solidariedade dos espanhóis" e transmitiu seu "mais profundo pesar" pelos numerosos danos do terremoto.

Juan Carlos I fez estas declarações na recepção anual que oferece aos membros do corpo diplomático credenciado na Espanha, com a presença da rainha Sofía - que há um ano viajou ao Haiti, para levar a cooperação espanhola - e o príncipe de Astúrias, Felipe, e sua esposa, Letizia Ortiz.

Ao saudar os representantes dos diferentes países, a família real espanhola falou com a embaixadora haitiana, Yolette Azor-Charles, para expressar condolências e o apoio a seus compatriotas.

O terremoto de 7 graus na escala Richter aconteceu às 19h53 de Brasília da terça-feira e teve epicentro a 15 quilômetros de Porto Príncipe, a capital do Haiti. O primeiro-ministro do país, Jean Max Bellerive, cifrou o número de mortos em "centenas de milhares".

O Exército brasileiro confirmou que pelo menos 14 militares do país que participam da Missão de Estabilização das Nações Unidas no Haiti (Minustah) morreram em consequência do terremoto.

A brasileira Zilda Arns, fundadora e coordenadora da Pastoral da Criança, ligada à Igreja Católica, também morreu no tremor. EFE ct/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG