veracidade e imparcialidade - Mundo - iG" /

Rei da Espanha pede aos jornalistas veracidade e imparcialidade

Madri, 6 out (EFE).- O rei Juan Carlos I da Espanha reivindicou hoje aos profissionais do jornalismo que exerçam sua tarefa com veracidade e imparcialidade, e aos poderes públicos que a imprensa possa desenvolver sua função em condições de plena liberdade.

EFE |

O monarca inaugurou hoje oficialmente a 64ª Assembléia Geral da Sociedade Interamericana de Imprensa (SIP), realizada em Madri.

Em seu discurso diante dos representantes dos meios de comunicação da América e da Europa, o rei Juan Carlos disse que a liberdade de expressão é uma conquista que "custou e custa enormes sacrifícios e muitas vítimas em diversas regiões do planeta".

Afirmou também que as liberdades de expressão e informação devem estar garantidas e protegidas pelas "iniciativas políticas e legislativas pertinentes".

O rei espanhol se referiu às novas tecnologias que determinam a redefinição da imprensa e que, devido à internet, o público é cada vez mais exigente com a informação, e por isso a importância da formação do jornalista.

A informação sem fronteiras não é "só um desafio, mas uma verdadeira ocasião para trocar experiências e doutrinas", e a oportunidade de "assinar convênios de reciprocidade, em condições de igualdade", acrescentou.

O rei Juan Carlos reconheceu o trabalho da SIP na defesa da liberdade de expressão, os valores da imprensa livre e a dignidade da profissão jornalística, e pediu que se impeça que fiquem impunes os crimes que ainda são cometidos contra os jornalistas pelo simples fato de serem da profissão.

O presidente da SIP, Earl Maucker, disse que a organização continuará "trabalhando sem descanso" para que as pessoas continuem recebendo informação "com esperança e sem temores", e para combater "o inimigo" que se esconde por trás da censura. EFE ct/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG