San Salvador, 30 out (EFE).- O rei Juan Carlos I da Espanha manifestou hoje sua mais firme condenação e repulsa frente ao atentado cometido na Universidade de Navarra, em Pamplona, e expressou tudo seu afeto e melhores desejos de recuperação às 17 pessoas feridas nesta ação terrorista.

Juan Carlos começou com estas palavras seu discurso na primeira sessão plenária da 18ª Cúpula Ibero-Americana de Chefes de Estado e de Governo, realizada na capital salvadorenha e que também conta com a participação do presidente do Governo espanhol, José Luis Rodríguez Zapatero.

O atentado aconteceu foi cometido com um carro-bomba, que explodiu no estacionamento da Universidade de Navarra e deixou 17 pessoas levemente feridas, além de grandes danos materiais. EFE rf/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.