Milhares de pessoas foram às ruas nas duas regiões separatistas da Geórgia, Ossétia do Sul e Abecásia, para pedir independência. Os protestos foram realizados na capital da Abecásia, Sukhumi, e em Tskhinvali, capital da Ossétia do Sul, nesta quinta-feira.

Vestidas de preto, mães e viúvas dos mortos no conflito, com fotografias grudadas no peito, foram às ruas de Tskhinvali, enquanto o líder separatista, Eduard Kokoity, fazia um dicurso atacando a Geórgia e seus aliados ocidentais.

"Nós dizemos com orgulho hoje que nós merecemos viver em uma república da Ossétia do Sul livre e independente. O reconhecimento da nossa independência não é um capricho dos ossetianos; é uma garantia de segurança para o nosso pequeno povo."

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.