Regime de Mianmar liberta americano que entrou na casa de Suu Kyi

Washington, 15 ago (EFE).- O senador democrata pela Virgina Jim Webb, de visita a Mianmar (antiga Birmânia), conseguiu hoje libertar o americano John Yettaw, condenado a sete anos de prisão por ter entrado ilegalmente na residência da opositora Aung San Suu Kyi.

EFE |

O escritório do congressista confirmou que a Junta Militar birmanesa concordou em libertar Yettaw.

"Yettaw será oficialmente deportado no domingo de manhã. O senador Webb o tirará do país em um avião militar que voltará a Bangcoc à tarde", afirmou o escritório do parlamentar em comunicado.

O legislador agradeceu ao Governo de Mianmar por ter "honrado" seus pedidos de poder se reunir com a líder do movimento democrata em prisão domiciliar Aung San Suu Kyi, com o chefe da Junta Militar, general Than Shwe, e de libertar Yettaw, de 54 anos e que sofre de diabetes, disse Webb em comunicado.

"Espero que possamos aproveitar estes gestos como uma via para começar a criar uma base de boa vontade e de construção de confiança no futuro", afirmou o senador democrata.

Webb, presidente da subcomissão de Relações Exteriores para assuntos da Ásia Oriental e do Pacífico do Senado dos Estados Unidos, é um aliado do presidente Barack Obama e defende o diálogo para promover as reformas políticas em Mianmar.

Ele é o primeiro congressista a visitar Mianmar em uma década e o representante de maior categoria de Washington a se reunir com o general Than Shwe. EFE cae/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG