Região da Gagaúzia reconhece independência de Abkházia e Ossétia do Sul

Moscou, 22 set (EFE) - O Parlamento da autonomia moldávia de Gagaúzia reconheceu hoje a independência das regiões separatistas georgianas da Abkházia e Ossétia do Sul e pediu às autoridades da Moldávia para seguirem seu exemplo.

EFE |

"A Assembléia Popular de Gagaúzia expressa apoio e solidariedade para com os povos da Ossétia e da Abkházia e sua justa luta pela independência e autodeterminação", indica a declaração aprovada pelo Legislativo da região autônoma, citada pela agência russa "Interfax".

Os deputados locais se mostram "convencidos de que o povo moldávio compreende e respeita o direito à autodeterminação dos povos do Cáucaso".

A declaração, que faz referência à própria luta pela autodeterminação do povo da Gagaúzia após a queda da União Soviética, foi apoiada por 18 dos 35 deputados do Parlamento, ou seja, por maioria simples.

No entanto, os comunistas - que lideram o atual Governo moldávio desde 2001 - e vários deputados independentes se opuseram à iniciativa.

A maioria da população da Gagaúzia votou em um plebiscito em 1994 por permanecer na Moldávia como uma região autônoma.

O único caso no qual a Gagaúzia (150 mil habitantes, na maioria de origem turca) poderia se tornar independente seria se a Moldávia decidisse se unir à Romênia para formar um só Estado.

Até o momento, só Rússia e Nicarágua reconheceram a independência da Abkházia e da Ossétia do Sul. EFE io/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG