Célebre regente de orquestra e pianista russo Mikhail Pletnev pode ser condenado a uma pena de 20 anos de prisão

O célebre regente de orquestra e pianista russo Mikhail Pletnev foi indiciado por abusar sexualmente de um menor de 15 anos na Tailândia e poderá ser condenado a uma pena de até 20 anos de prisão.

Pletnev, de 53 anos, é o diretor artístico da Orquesta Nacional da Rússia. Foi libertado sob fiança de 300.000 bahts (9.200 dólares) e autorizado pelo tribunal a abandonar o país de maneira temporária.

Mikhail Pletnev (de azul) é questionado pela polícia tailandesa
© AP
Mikhail Pletnev (de azul) é questionado pela polícia tailandesa
"Ele foi indiciado pela violação de um jovem menor de 15 anos", declarou o tenente-coronel Omsin Sukkanka, diretor do Centro de Proteção de Crianças, Jovens e Mulheres da cidade de Pattaya, sul da Tailândia.

Pletnev pode ser condenado a uma pena de quatro a 20 anos de prisão. Ele também pode ser acusado de detenção ilegal de menor. O tribunal de Pattaya informou que a próxima audiência do músico está prevista para 19 de julho, mas a lei exige que se apresente às autoridades a cada 12 dias.

A agência de notícias RIA Novosti revelou na véspera, citando o cônsul da Rússia na Tailândia, que o músico havia sido liberado sob fiança depois de uma revista em sua casa em Pattaya, um balneário conhecido por sua indústria do sexo.

Sites russos na internet publicaram vídeos da revista, aparentemente feitos pela polícia tailandesa, nos quais apareceu o passaporte do músico. Um funcionário de uma organização não-governamental local explicou que a suposta vítima do músico tem 14 anos e frequenta a escola.

"A vítima apresentou uma denúncia junto a nós e cooperamos com a polícia para investigar e obter do tribunal uma ordem de prisão", explicou à AFP Supagon Noja, afirmando que o músico russo foi detido numa quadra de badminton na terça-feira.

Pletnev afirmou que era inocente das acusações.

Carreira musical

Mikhail Pletnev, que pertence a uma família de músicos, ficou famoso depois de ganhar o primeiro prêmio do Concurso Tchaikovski em 1978, aos 21 anos. No começo dos anos 80, começou a dirigir músicos antes de fundar, em 1990, a Orquesta Nacional da Rússia. Pouco depois foi nomeado seu diretor artístico.

Suas gravações com esta orquestra de virtuoses, principalmente as sinfonias de Tchaikovski e Rajmaninov, são consideradas entre as melhores por muitos críticos. Pletnev abandonou os concertos de piano para se dedicar à direção musical.

Também é um dos assessores em termos de cultura e arte do presidente russo Dimitri Medvedev. Em 2005, ganhou um prestigioso Grammy Award. Em Moscou, o ministério das Relações Exteriores indicou que o músico contará com uma assistência jurídica e consular.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.