Refugiados no Sri Lanka já são 280 mil

Genebra, 20 mai (EFE).- O número total de refugiados que fugiram dos combates no Sri Lanka já chega a 280 mil pessoas, 80 mil das quais fugiram nos últimos três dias, segundo o Alto Comissariado para os Refugiados das Nações Unidas (Acnur).

EFE |

A principal preocupação é quanto à aglomeração nos campos de refugiados, onde os serviços são mínimos e não abastecem todas as necessidades dos deslocados.

"Os civis que chegam das zonas de conflito estão famintos, desnutridos e desidratados", disse o porta-voz do Acnur, Ron Redmon.

Mas o pior, segundo diferentes agências humanitárias da ONU, é que o Governo do Sri Lanka continua sem permitir o acesso às zonas de combate, o que faz temer pela vida de dezenas de milhares de civis presos durante semanas entre o fogo cruzado do Exército cingalês e dos guerrilheiros tâmeis.

"As agências da ONU continuam pedindo livre acesso a todo o território para poder atender as pessoas que necessitam de atendimento", afirmou Elisabeth Byrs, porta-voz do Escritório de Coordenação de Assuntos Humanitários da ONU (Ocha, em inglês).

Na segunda-feira, o Exército do Sri Lanka deu como concluídos os mais de 25 anos de conflito no país após acabar com a cúpula e os últimos guerrilheiros da guerrilha tâmil, em uma ofensiva de vários meses durante a qual milhares de civis morreram.

O secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, visitará o Sri Lanka no próximo sábado.

Foi divulgada hoje a informação de que Ban se reuniu ontem em Genebra com o ministro da Saúde do Sri Lanka, Nimal Siripala De Silva, e lhe mostrou sua preocupação com a situação.

Siripala De Silva ocupa neste ano a Presidência rotativa da Assembleia Mundial da Saúde, que acontece em Genebra esta semana.

Os violentos combates entre os tâmeis e o Exército cingalês já mataram mais de 6.500 civis apenas neste ano, segundo cálculos extra-oficiais da ONU.

Segundo cálculos das Nações Unidas, entre 80 mil e 100 mil pessoas morreram em 27 anos de guerra. EFE mh/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG