Refugiado confundido com terrorista consegue obter cidadania americana

MINNEAPOLIS - Um refugiado da Somália disse que seu nome significa Boas Notícias. Mas quando Ahmed Mohamed Warsame tentava conseguir a cidadania americana, seu nome não ajudou tanto assim.

AP |

O nome de Warsame é parecido com o do suspeito de terrorismo Mohamed Warsame (um cidadão canadense que está sob custódia federal desde 2003).

Quando Ahmed Warsame tentou se tornar um cidadão americano em 2006 lhe disseram que sua inscrição seria retida para verificação.

Depois de dois anos de telefonemas, impressões digitais e cartas de senadores dos Estados Unidos, Ahmed Warsame finalmente se tornou um americano em julho, afirmou o jornal Star Tribune na segunda-feira.

Ahmed Warsame é um motorista de caminhão que diz "nunca estive em problemas, nunca preso".

A advogada Lisa Miller levou seu caso à corte federal, mostrando que suas impressões digitais provavam a diferença entre os dois homens, além de confirmar que o acusado de terrorismo está preso.

Autoridades federais não reconheceram a confusão com o nome de Warsame, mas disseram que a verificação do nome e impressões digitais podem ter atrasado seu processo.

Leia mais sobre refugiados

    Leia tudo sobre: refugiados

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG