Reforma financeira nos EUA irá ao Senado na segunda

Washington, 22 abr (EFE).- O processo para debater no Congresso dos Estados Unidos a reforma financeira proposta pelo presidente Barack Obama começará na segunda-feira no Senado, anunciou hoje o presidente da câmara alta americana, Harry Reid.

EFE |

Em uma votação de procedimento, o Senado decidirá se inicia ou não o debate sobre o projeto. A aprovação necessitará do apoio de pelo menos 60 dos 100 senadores.

Reid buscou colocar hoje mesmo o projeto na pauta do Senado, mas a iniciativa foi posta em xeque pelo líder republicano Mitch McConnell.

"Isso é muito simples. Se os senadores estiverem prontos para impulsionar o projeto, isso é o que faremos", disse Reid aos jornalistas.

Os senadores democratas prometeram apoiar a reforma, apesar das objeções republicanas.

Segundo o democrata Charles Schumer, os senadores tiveram tempo suficiente para analisar o projeto e "não precisamos de mais três meses".

Em discurso em Nova York, Obama assegurou hoje que a reforma do sistema financeiro americano ajudará a evitar situações como as registradas na recente crise. EFE ojl/sa

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG