Reforma de saúde proposta por Obama enfrenta oposição de reguladores

Washington, 4 ago (EFE).- O plano do presidente americano, Barack Obama, para reformar o sistema regulador dos bancos encontrou hoje a forte oposição dos principais órgãos reguladores do setor, apesar das contínuas pressões do secretário do Tesouro, Timothy Geithner, para que respaldem o plano.

EFE |

Em audiência da Comissão dos Bancos do Senado, representantes das entidades reguladoras bancárias insistiram em que o plano para centralizar a supervisão dos bancos, que a Casa Branca promove desde junho, representa uma "distração" inoportuna.

Em particular, os representantes se opõem à ideia de consolidar sob um mesmo teto as quatro agências federais que, por enquanto, são encarregadas da supervisão dos bancos, como parte de um plano que pretende modernizar o marco regulatório de supervisão financeira, que data da década de 30.

Se for aprovado, o plano fundirá o Escritório do Controlador de Divisas (OCC) e o Escritório de Supervisão de Cadernetas de Poupança (OTS), que estariam a cargo de um "supervisor nacional de bancos".

Os observadores explicam que a resistência aconteceu no meio da pior crise financeira na história do país e tem uma aparência política, a julgar por uma luta territorial em torno da supervisão dos bancos e mercados financeiros.

"Uma das vantagens de ter múltiplos reguladores é que isso permite que haja uma diversidade de pontos de vista", disse em seu depoimento na Comissão Sheila Bair, presidente da Corporação Federal de Seguros de Depósitos (FDIC, na sigla em inglês).

A oposição também vem de John Bowman, diretor interino da OTS, que explicou que a agência se opõe à proposta da Administração de Obama de criar o cargo de "supervisor nacional de bancos".

John Dugan, diretor da OCC, disse aos senadores que o plano atual da Casa Branca daria muitos poderes ao Federal Reserve (Fed, banco central americano) na supervisão dos maiores bancos do país.

Bair e Dugan, porém, apoiam a fusão da OCC e da OTS. EFE mp/db

    Leia tudo sobre: obama

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG