Washington, 25 mar (EFE).- A reforma da saúde dos Estados Unidos terá que ser votada novamente na Câmara de Representantes, depois que os senadores republicanos conseguiram eliminar dois itens do texto por defeito de forma, segundo fontes do Legislativo.

EFE pgp/fm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.