Reféns do R.Unido no Iraque provavelmente estão mortos

Londres, 29 jul (EFE).- Dois reféns do Reino Unido sequestrados no Iraque há dois anos têm grande probabilidade de estarem mortos, informou hoje a BBC.

EFE |

Os reféns são os seguranças Alan McMenemy e Alec Maclachlan, sequestrados em 2007 junto com outros três cidadãos do Reino Unido.

No mês passado, apareceram os cadáveres de dois seguranças deste grupo, Jason Swindlehurst e Jason Creswell. Ambos apresentavam marcas de tiros.

Não se sabe por enquanto nada sobre o quinto refém, Peter Moore, mas o Ministério de Assuntos Exteriores do Reino Unido afirma estar fazendo todo tipo de esforço para conseguir sua libertação.

Moore trabalhava como analista em tecnologia da informação para a empresa de consultoria americana Bearingpoint. Os outros quatro reféns eram seguranças contratados para protegê-lo.

O último sinal de vida de Moore foi um vídeo enviado por seus sequestradores em março, mas não se sabe quando foi gravado e se o refém ainda está vivo.

Os cinco homens foram sequestrados no Ministério da Fazenda iraquiano em maio de 2007 por pelo menos 40 indivíduos vestidos com o uniforme da Polícia.

Este é o sequestro de cidadãos do Reino Unido de mais longa duração em quase 20 anos. EFE jr/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG