O ex-deputado colombiano Sigifredo López, libertado nesta quinta-feira pelas Farc, afirmou que a guerrilha é a única responsável pelo assassinato de seus 11 companheiros de cativeiro, com os quais havia sido sequestrado em 11 de abril de 2002.

Sigifredo López, de 45 anos, é sobrevivente do grupo de 12 deputados do departamento del Valle capturado pela guerrilha. Seus companheiros foram mortos em junho de 2007.

O ex-deputado havia sido capturado durante um ousado ataque à Assembleia, em pleno centro de Cali.

cop-axm/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.