Refém de veleiro francês morreu durante resgate na Somália

Paris, 10 abr (EFE).- Um dos cinco ocupantes de uma embarcação sequestrada no fim de semana passado na costa da Somália morreu em uma operação do Exército francês para libertá-lo, na qual os outros quatro reféns foram resgatados, informou hoje o Governo da França.

EFE |

Segundo a Presidência francesa, as ameaças dos sequestradores obrigaram a organização de uma intervenção militar após as negociações iniciadas ontem.

O barco "Le Tanit" foi sequestrado no sábado passado a cerca de 640 quilômetros do litoral somali, em frente à cidade de Ras Hafun, no noroeste do país.

Uma criança de três anos e dois casais estavam a bordo da embarcação, que partiu da França em julho de 2008 rumo à cidade africana de Zanzibar, na Tanzânia.

De acordo com o Governo francês, dois seqüestradores morreram na operação e outros três foram detidos.

Na quarta-feira, o ministro da Defesa francês, Hervé Morin, disse que, aparentemente, o "Le Tanit", tinha sido alertado repetidamente sobre o risco que corria em navegar por essa região, onde há constantes ações de piratas. EFE jam/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG