Rede de TV Al Jazeera anuncia revelações do Wikileaks

De acordo com rede árabe, informações do site destacarão acobertamento de torturas no Iraque pelo Exército americano

AFP |

A rede de televisão Al Jazeera divulgou nesta sexta-feira as "principais revelações" do site Wikileaks, anunciando que o Exército dos Estados Unidos "encobriu" torturas no Iraque e causou a morte de centenas de civis em seus postos de controle militar.

Citando o site, a rede de televisão destacou que o vazamento das informações inclui o acobertamento por parte do Exército americano de tortura realizada pelo Estado iraquiano e "centenas" de mortes de civis nos postos de controle militar dos EUA após a invasão americana de 2003, que derrubou Saddam Hussein.

Contagem de mortos

A emissora divulgou ainda que o vazamento dos documentos, datados de 1 de janeiro de 2004 a 31 de dezembro de 2009, mostra que os Estados Unidos realizaram uma contagem de mortos durante a guerra, apesar de terem desmentido o fato.

O canal em inglês da Al Jazeera transmitirá a série de programas às 21h GMT (19h de Brasília), anunciou em comunicado enviado à AFP, "que revelam novas informações surpreendentes sobre as operações das forças dos Estados Unidos durante a guerra do Iraque".

Segundo a rede de televisão, os programas são baseados em arquivos do Wikileaks, "que teve acesso a mais de 400 mil documentos sobre a guerra do Iraque, tornando esse vazamento o maior da história dos EUA". "A quantidade de documentos secretos é mais de quatro vezes maior que no caso dos arquivos do Afeganistão", anunciou a emissora em um comunicado divulgado em inglês.

    Leia tudo sobre: wikileaksvazamentoiraqueal jazeerapentágonoeua

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG