Rede de tráfico de armas ligada a cartel mexicano é desmantelada nos EUA

Los Angeles (EUA.), 31 jul (EFE).

EFE |

- Autoridades federais americanas prenderam hoje quatro pessoas suspeitas de pertencerem a uma rede ilegal de tráfico de armas, uma delas ligada a um cartel mexicano de drogas.

Edgardo Prado, Vicente García, Víctor Velasquez e Scott Blanks foram presos acusados de vender ilegalmente rifles e armas de alto calibre. Os dois primeiros também estão sendo investigados por acusações de venda de drogas no sul da Califórnia.

Os documentos apresentados ao tribunal, vincularam Prado ao cartel mexicano "La Familia", para quem o preso cometeu supostamente vários assassinatos, quando morava no México.

Além disso, Prado teria estado à frente, segundo o relatório do Judiciário, da distribuição de metanfetamina na zona de San Gabriel Valley.

As mesmas informações indicavam que o detido tinha planos de contratar um assassino para matar várias pessoas no sul da Califórnia, em nome do cartel mexicano.

Aparentemente, Prado teria confessado a um informante das autoridades que pretendia cobrar uma dívida de US$ 3 milhões de um chefe mafioso conhecido como "Cuete" e residente na cidade de Azusa, na região de Los Angeles, depois que um envio da droga foi apreendido ao tentar entrar no México. EFE fmx/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG