Rede de apoio à Al Qaeda é desarticulada na Argélia

Argel, 1º jun (EFE).- Os serviços de inteligência da Polícia argelina desarticularam em Argel uma rede de apoio à organização terrorista Al Qaeda para o Magrebe Islâmico (AQMI) formada por 12 pessoas, informaram hoje fontes de segurança.

EFE |

Este grupo proporcionava assistência e apoio logístico aos ativistas da AQMI. Seus membros moravam em bairros populares da capital argelina.

O desmantelamento da célula terrorista foi possível graças à investigação resultante de informações recolhidas no telefone celular de um terrorista morto em maio na província argelina de Boumerdès.

Os números de telefone da agenda do celular do terrorista permitiram comprovar as relações entre os 12 detidos e as brigadas do braço da Al Qaeda ativas nas províncias argelinas de Tizi-Ouzou e Boumerdès.

Segundo as fontes, um dos detidos viajava regularmente a outros países, especialmente para a França.

Em 2008, as forças de segurança argelinas detiveram mais de 300 pessoas que faziam parte de redes de apoio a grupos terroristas em todo o país, especialmente na região da Cabília.

A maior parte dos detidos era de desempregados de entre 22 e 30 anos de idade. EFE sk-jg/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG