Recuperados 22 milhões de e-mails apagados durante Governo Bush

Washington, 14 dez (EFE).- A organização National Security Archive (NSA) anunciou hoje a recuperação de 22 milhões de e-mails da Casa Branca que foram apagados durante o Governo do ex-presidente americano George W.

EFE |

Bush.

Ao mesmo tempo, a NSA e a organização Citizens for Responsability and Ethics in Washington (CREW) disseram que tinham chegado a um acordo com a Casa Branca para resolver o processo que tinham apresentado contra o Governo americano pela destruição de e-mails durante a Administração Bush.

"Fizemos o máximo para recuperar o número de e-mails ou para reconstruí-los com as cópias de segurança. O Governo agora pode encontrar e buscar 22 milhões de e-mails a mais que no final de 2005" disse Kristen Lejnieks, advogada da NSA, em comunicado.

A NSA apresentou um processo contra o Governo americano quando, no primeiro semestre de 2007, foi divulgada a informação de que, desde 2002, a Casa Branca não arquivou de forma sistemática seus correios eletrônicos - contra o estabelecido pela lei - e que 5 milhões de comunicações tinham sido perdidas.

A organização destacou que o período coincide com o ponto culminante da invasão do Afeganistão e os preparativos para a controvertida Guerra do Iraque, as atividades encobertas no mundo todo contra supostos terroristas, as eleições presidenciais de 2004, o furacão Katrina e o escândalo em torno de Valerie Plame.

A diretora-executiva de CREW, Melanie Sloan, afirmou, por meio de um comunicado, que "pode ser que nunca descubramos toda a história do que aconteceu aqui e em que tipo de coisa os funcionários da Administração Bush estiveram envolvidos. Parece que simplesmente não queriam que os e-mails fossem conservados". EFE jcr/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG