Reconhecimento russo da Abkházia e Ossétia do Sul é inaceitável, diz Ucrânia

Kiev, 27 ago (EFE).- O presidente da Ucrânia, Viktor Yushchenko, tachou hoje de inaceitável o reconhecimento pela Rússia das independências das regiões georgianas da Ossétia do Sul e a Abkházia.

EFE |

"Lamentamos essa decisão. Para a Ucrânia é inaceitável e, portanto, não podemos respaldar essa posição", disse chefe de Estado ucraniano.

Yushchenko declarou que a Ucrânia acredita no cumprimento da norma fundamental do direito internacional, que garante a integridade territorial dos países e é a pedra angular da política de segurança moderna.

Segundo o presidente ucraniano, a transgressão desse princípio "provoca um agravamento (da situação) não só na região do Cáucaso".

"É um agravamento que pode trazer complicações em muitos cantos do mundo", acrescentou.

Na opinião do líder ucraniano, a decisão de Moscou gera um "grande sentimento de desconfiança mútua", pois "quando a política da força substitui a política da diplomacia é possível perder acordos fundamentais e princípios de confiança alcançados com muito esforço". EFE bk/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG