Reconciliação com Fatah está na fase final, diz Hamas

RIAD - O líder do Hamas, Khaled Meshaal, disse neste domingo que o grupo está nas etapas finais para a reconciliação com os rivais palestinos do partido laico Fatah, depois de ter-se encontrado com autoridades sauditas na tentativa de reduzir as diferenças entre os grupos palestinos.

iG São Paulo |

"Conseguimos grandes passos em direção à reconciliação", afirmou Meshaal no Ministério do Exterior, durante visita a Riad. "Estamos nas etapas finais agora."

Uma proposta egípcia para promover a paz entre o Hamas e o Fatah, grupo do presidente da Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas, pede a convocação de eleições presidenciais e legislativas na Faixa de Gaza e na Cisjordânia em junho.

Meshaal afirmou que o Hamas ainda tem algumas coisas para resolver em relação à proposta egípcia.

"Todos concordamos que a assinatura da reconciliação ocorrerá no Cairo", declarou.

A visita de Meshaal ao Ministério do Exterior saudita foi planejada para ajudar a reconciliação, segundo autoridades sauditas.

"Esperamos que o reino tenha um papel importante, juntamente com o Egito e outros países árabes, em nos ajudar na reconciliação palestina, na unidade da posição palestina e no estímulo para que os árabes enfrentem o teimoso governo de Israel", disse Meshaal.

O Hamas governa a Faixa de Gaza, enquanto a Autoridade Palestina governa a Cisjordânia. O Hamas não reconhece o direito de Israel de existir e se opõe à tentativa do Fatah de negociar um acordo permanente com os israelenses.

O Hamas não faz parte da Organização pela Libertação da Palestina, fundada em 1964 e reconhecida internacionalmente como corpo representativo dos palestinos.

A viagem de Meshaal ocorreu após uma visita de Estado de Abbas. O enviado do presidente Barack Obama ao Meio Oriente, George Mitchell, também visitará a Arábia Saudita nos próximos dias.

AFP
Palestinos celebram em Hebron aniversário de luta armada

Palestinos celebram em Hebron aniversário de luta armada

Celebração

Neste domingo milhares de palestinos celebraram o 45º aniversário do início da luta armada do Fatah contra Israel na Cisjordânia. Em Hebron, mulheres e crianças marcharam portando os retrados de parentes presos em Israel. O movimento secular Fatah foi fundado pelo líder palestino Yasser Arafat, morto em 2004, nos anos 50 e lançou formalmente sua luta armada contra Israel em 1.º de janeiro de 1965.

*Com informações de Reuters e AFP
Leia mais sobre palestinos

    Leia tudo sobre: fatahhamaspalestinos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG