Recomeça a erupção no vulcão Chaitén, segundo especialistas

O vulcão Chaitén, três semanas depois do início da erupção que obrigou à evacuação de um povoado de 4.000 habitantes, entrou em nova fase eruptiva que poderá, segundo especialistas, fazer cair a curto prazo a intensidade de sua atividade.

AFP |

O Serviço Nacional de Geologia e Mineração (Sernageomin) confirmou que o maciço, do qual não se tinha registros eruptivos, gerou um "novo domo" ou "ladeira vulcânica", produto da intensa atividade que começou no dia 2 do de maio.

"Este novo domo está ativo, com explosões esporádicas que produzem espirais avermelhadas e fluxos piroclásticos", segundo o organismo em um comunicado.

Luis Lara, geólogo do Sernageomin, explicou à AFP que esta nova fase "aliviaria a curto prazo o cenário de emergência na zona". Mas Lara advertiu que, depois desta etapa, o ciclo, que se manteve até a última quinta-feira, poderia também se reiniciar.

O Sernageomin informou que o vulcão continua lançando cinzas e fumaça de cerca de 5 (cinco) km, bem menores que os 30 km do passado dia 6 e que chegaram até Buenos Aires.

A atividade do vulcão obrigou à evacuação dos 4.000 habitantes do povoado de Chaitén, localizado a 10 km do sopé do maciço.

lto/nh/sd/

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG