Rebelião de soldados em Bangladesh deixa dois mortos

Pelo menos duas pessoas morreram e 13 ficaram feridas nesta quarta-feira em um motim de soldados em Daca, no quartel-general das forças de segurança de fronteira de Bangladesh.

AFP |

Um porta-voz do College Hospital de Daca, Shahjahan Hawlader, afirmou que a maioria dos feridos é de civis atingidos pelo fogo cruzado nas ruas da capital.

Um dos mortos é um condutor de riquixá, declarou Khadelul Islam, chefe da enfermaria do hospital universitário de Daca. O outro é um soldado.

Os rebeldes dos Bangladesh Rifles (BDR), uma unidade paramilitar, anunciaram que fizeram reféns e exigiram que o governo decrete uma anistia geral para os oficiais da unidade e retire os militares do lado de fora do complexo.

Segundo fontes oficiais, o tiroteio coincidiu com uma reunião de autoridades dos BDR e parece ligada a uma divergência interna da unidade.

As fontes negaram que seja uma tentativa de golpe de Estado, em um país que passou por vários golpes desde a independência do Paquistão em 1971.

Em um comunicado, o exército pediu aos amotinados que entreguem as armas e retornem aos quarteis.

sa/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG