Os rebeldes xiitas em guerra contra o exército no norte do Iêmen estão dispostos a dialogar com o governo, assim que for decretado o fim das hostilidades, declarou neste sábado o porta-voz dos insurgentes, Mohammad Abelsalam.

"Quando a guerra parar, poderemos dialogar", afirmou.

O porta-voz explicou que esta declaração constitui uma reação à mão estendida pelo presidente iemenita, Ali Abdallah Saleh, que conclamou os rebeldes do norte do país a aceitar as condições de seu governo para concluir um acordo de paz.

Abelsalam garantiu que o movimento rebelde anunciará a aceitação destas condições assim que o governo terá "interrompido definitivamente" as operações militares no norte do país.

mh/yw

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.