Tamanho do texto

Paris, 22 jun (EFE).- Quatro franceses que trabalham para o grupo nuclear Areva foram seqüestrados pelos rebeldes do Movimento dos Nigerinos pela Justiça (MNJ), disse à Agência Efe um porta-voz da empresa.

EFE lmpg/sc