Rebeldes são acusados de seqüestrar jovens na RDC

Kinshasa, 16 dez (EFE).- O movimento rebelde Congresso Nacional para a Defesa do Povo (CNDP) seqüestrou vários jovens de entre 17 e 20 anos de idade na localidade de Kiwanza na província de Norte Kivu, segundo a emissora de rádio da ONU.

EFE |

Os milicianos do CNDP invadiram casas em Kiwanza em busca de jovens, que foram detidos e transferidos para um estabelecimento penitenciário da região, segundo fontes.

O CNDP diz que a operação aconteceu para desmantelar os grupos de guerrilheiros Mai-Mai, que lutam ao lado das forças leais ao Governo da República Democrática do Congo (RDC).

O porta-voz militar da missão da ONU na RDC, o tenente-coronel Jean-Paul Dietrich, informou hoje que as tropas do CNDP mataram pelo menos 13 civis e recrutaram 200 jovens no final de novembro.

Segundo Dietrich, os fatos aconteceram entre 25 e 29 de novembro na localidade de Kiwanza, a 80 quilômetros do norte de Goma. EFE py/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG