Rebeldes nigerianos resgatam alemães seqüestrados por grupo armado

Lagos, 14 ago (EFE).- O principal grupo rebelde da Nigéria, o Movimento para a Emancipação do Delta do Níger (Mend, na sigla em inglês), disse hoje que resgatou os dois trabalhadores alemães seqüestrados em julho por outra organização armada no sul do país.

EFE |

"Uma unidade do Mend concluiu com sucesso o resgate dos dois alemães seqüestrados, empregados da (empreiteira) Julius Berger", afirmou Jomo Gbomo, porta-voz do grupo, em um e-mail enviado à imprensa.

Segundo Gbomo, os milicianos do Mend atacaram o acampamento dos seqüestradores e bateram em retirada já com os dois europeus, identificados como Jürgen Vetten (43 anos) e Bernd Mechlen (60 anos), que, conforme dito, vão ser soltos ainda hoje.

"Os reféns serão entregues esta noite em um local a combinar (com as autoridades), e uma ambulância aérea deverá estar disponível em Port Harcourt, já que o mais velho (Mechlen) machucou sua coluna durante o seqüestro original e pode estar precisando de socorro emergencial especializado", acrescentou o porta-voz do Mend na mensagem.

O seqüestro dos empregados da Julius Berger, subsidiária da alemã Bilfinger Berger, aconteceu em 11 de julho, enquanto os dois inspecionavam uma obra.

Os dois alemães foram seqüestrados horas antes do fim da trégua que o Mend havia declarado unilateralmente em junho.

O cessar-fogo foi suspenso depois que o primeiro-ministro do Reino Unido, Gordon Brown, se ofereceu para ampliar o apoio militar ao Governo do presidente nigeriano Umaru Yar'Adua para pôr fim ao furto de petróleo no sul do país. EFE da/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG