Rebeldes muçulmanos retomam ataque contra povoados do sul das Filipinas

Zamboanga (Filipinas), 18 ago (EFE).- Os rebeldes muçulmanos retomaram hoje os ataques contra aldeias da ilha de Mindanao, no sul das Filipinas, onde mataram um funcionário e incendiaram dezenas de casas, depois de na véspera terem matado quatro soldados filipinos e três militares, disseram fontes oficiais.

EFE |

Os ataques foram cometidos no começo da manhã na província de Lanao do Norte, uma das praças fortes dos rebeldes da Frente Moura de Libertação Islâmica (FMLI), a maior organização separatista das Filipinas.

O porta-voz do comando militar regional, o comandante Armand Rico, disse à imprensa que na ofensiva participaram dezenas de combatentes de um grupo de renegados do FMLI, que antes de abandonar os povoados de Linamon e Kulabugam, levaram um número indeterminado de civis.

Este novo ataque foi perpetrado depois que no domingo passado quatro soldados filipinos e três paramilitares morreram em uma emboscada perpetrada por supostos rebeldes muçulmanos na vizinha província de Lanao do Sul. EFE rp/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG