Rebeldes maoístas matam 23 policiais em ataque na Índia

RAIPUR, Índia - Ao menos 23 policiais, incluindo o chefe do distrito policial, foram mortos por rebeldes maoístas no Estado central de Chhattisgarh, na Índia, durante patrulhamento de rotina neste domingo, informou a polícia.

Reuters |

"Eles (os policiais) caíram em uma armadilha preparada por maoístas em uma área densamente arborizada", disse à Reuters Girdhari Nayak, importante autoridade policial em Raipur, capital do Estado de Chhattisgarh.  "Ao menos 23 policiais foram mortos."

O ataque aconteceu no distrito de Rajnandgaon, que faz divisa com o Estado de Maharashtra. A polícia informou que eles realizavam uma operação para localizar os rebeldes.

Os maoístas, que dizem lutar pelos direitos dos pobres agricultores e trabalhadores sem-terra, estão expandindo sua influência nas regiões leste, central e sul da Índia. Centenas de pessoas foram mortas no conflito, o qual começou no final dos anos 60 e o primeiro-ministro Manmohan Singh descreveu como uma grave ameaça à segurança interna do país.


Leia mais sobre: Índia

    Leia tudo sobre: mao tsé-tungraipuríndia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG